Revista Aprender ao Longo da Vida - Número 15 - Outubro 2018

A literacia digital, foi o tema principal do Encontro da Semana ALV 2017 que decorreu em novembro de 2017 no Auditório do ISCTE, em Lisboa. É este o tema que retomamos no dossier do novo número da Aprender ao Longo da Vida.

Ver pdf (Revista completa)...

Deste número consta ainda:

Uma entrevista com Luiza Cortesão (página 37) em que nos fala do seu percurso de vida desde a sua licenciatura em Biologia, até aos dias de hoje em que é Presidente da Direção do Instituto Paulo Freire, em Portugal; onde revela como foi muito importante o contacto com a obra de Paulo Freire, não pela denúncia da educação “bancária”, porque isso já estava há muito tempo inserido no seu trabalho, mas pela valorização da perspetiva política, pelo enriquecimento das questões cognitivas pelos afetos.

Quando universidade rima com idade. E felicidade (página 8)

Da Rede RUTIS (Prémio Semana ALV) visitámos duas Universidades Séniores e partilhamos as reportagens dessas visitas – a Universidade Sénior Rainha Dona Leonor nas Caldas da Rainha e a Academia Sénior da Parreira e Chouto.

Duas universidades seniores: uma nas Caldas da Rainha, com 360 alunos, funcionando em instalações modernas; a outra na aldeia da Parreira, concelho da Chamusca, mais modesta e com menos alunos. Visitámos ambas e descobrimos o muito que têm em comum, sobretudo a necessidade de sair de casa, conviver e aprender, aprender sempre.

 

Sem medo de conhecer as letras e o computador (página 50)

o Projeto Letras Prá Vida, que mereceu uma Menção Honrosa igualmente o ano passado.

Na Região Centro, um projeto que está em prática há três anos e põe os mais velhos a conseguir ler um texto e a usar um computador. De caminho, faz-se a integração social e melhoram-se os níveis de autoestima destes idosos.

Destacamos ainda um DOSSIER sobre Literacia Digital que tem um debate

Trabalhar a literacia digital com adultos (página 22) em que participam:

- Fernando Albuquerque Costa, coordenador do Projeto LIDIA.

- Hélder Touças, do Programa para a Inclusão e Literacia Digital da Câmara Municipal de Lisboa.

- Márcia Vigário, técnica da Associação Filantrópica da Torreira – ASFITA.

E ainda dois artigos:

- Competências para a cidadania digital - Projeto de formação (página 18)

- Preparados digitalmente para o futuro? (Página 33)

Podem ainda ler os seguintes artigos de outros temas:

 

- Consolidar e alargar o plano nacional de leitura (página 46)

- Aprendizagem em todas as etapas da vida (página 56)

- Reconhecer competências 47 anos depois (página 58)

Tópicos: Tags: