A Inteligência artificial pode personalizar a aprendizagem de adultos

Que significado pode ter a educação assistida por IA para a aprendizagem de adultos? E como é que um formador de adultos deve abordar ferramentas baseadas na IA?

Currículos personalizados para aprendentes adultos com histórias de aprendizagem variadas – esta é uma das promessas da educação apoiada pela inteligência artificial (IA). Topi Litmanen (PhD) da startup de educação Claned lança luz sobre o que o mundo das startup de IA têm reservado para a educação de adultos.

Para o observador casual, as startups de educação parecem ser os principais impulsionadores do uso, na educação, da inteligência artificial (IA) e da máquina de aprendizagem.

Este é mais um dos artigos que pode ler na plataforma EPALE relacionados coma literacia digital.

E lembramos que na próxima quarta-feira dia 6 de março 9:00 (CET) pode começar a participar na discussão online sobre inclusão digital de adultos. A discussão será finalizada dia 7 de março às 17:00 (CET).

 

O setor de educação de IA está cheio de novas startups a entrar no mercado https://www.eu-startups.com/2018/10/10-european-edtech-startups-that-are-transforming-the-way-we-learn/ muitas delas concentrando os seus produtos no ensino básico e secundário.

A EPALE colocou estas questões ao Dr. Topi Litmanen da startup de educação Claned. https://claned.com/

A Claned, sediada em Nova York, Singapura, Mumbai e Helsínquia, foi escolhida para a entrevista devido ao seu foco na aprendizagem ao longo da vida, além da educação básica e superior. Litmanen, com formação em investigação educacional, é o cientista educacional chefe para a empresa.

EPALE: As startups como a Claned são importantes a definir para onde vai o desenvolvimento de inteligência artificial?

Topi Litmanen: A maior parte da investigação pura em IA é feita em grandes corporações e instituições de ensino superior. O impacto das startups é a adaptar a IA em novas aplicações práticas em campos novos.

Por exemplo, o principal produto da Claned é uma plataforma on-line para a aprendizagem comunitária na forma de partilha de cursos e conhecimento. Enquanto os aprendentes interagem com a plataforma, ela recolhe a análise de dados das aprendizagens para a organização anfitriã, identificando os pontos fortes, os pontos fracos e os interesses dos aprendentes. Portanto, como outros promotores de IA, a Claned oferece ferramentas de distribuição e de análise. A capacidade da IA de analisar como aprendemos é uma parte crucial de seu potencial na educação.

E: Os aprendentes adultos têm muito conhecimento prévio e silencioso. Como é que a IA joga com os seus pontos fortes na educação de adultos?

Topi Litmanen: Tem razão - a aprendizagem de adultos é ‘mais confusa’ precisamente porque os aprendentes têm um conjunto heterogéneo de competências e de histórias de aprendizagem, e o conhecimento é mais cocriado do que, digamos, na escola básica. Não se pode oferecer apenas um ‘funil de aprendizagem padronizado de tamanho único’. Precisamos de personalizar o que se apresenta, que é exatamente o que a IA pode fazer através da análise do meta-nível da experiência de aprendizagem. É por isso que vale a pena concentrar nos algoritmos de recomendação - eles permitem uma entrega personalizada.

E: O que é exigido ao formador de adultos se quiserem usar soluções de IA?

Topi Litmanen: Uma pergunta comum que ouvimos dos formadores é: ‘Precisamos usar a análise de aprendizagem?’. Pode haver essa relutância em compreender as novas ferramentas, mas quero enfatizar que a análise de aprendizagem não invade o território do professor: ilumina as coisas e permite que o professor faça intervenções baseadas em evidências no seu ensino.

Por isso, se tiver uma oportunidade de utilizar uma solução baseada na inteligência artificial, aborde-a com uma mente curiosa – ela está aqui para vos ajudar!

E: Quais são as possibilidades de educadores de adultos terem essas ferramentas à sua disposição? As soluções da IA estarão reservadas apenas para quem tem dinheiro ou antecipa que existirá uma disponibilidade massificada?

Topi Litmanen: Os preços das diferentes soluções baseadas em IA irão inevitavelmente diminuir à medida que a tecnologia se desenvolver. As organizações educacionais podem, rapidamente, vir a ter nas suas mãos uma tecnologia mais sofisticada com menores custos. Ao mesmo tempo, a sua capacidade de ter as suas próprias soluções pessoais de IA diminui porque os algoritmos precisam de grandes quantidades de dados para um bom desempenho. Os promotores de educação terão cada vez mais que adquirir esses serviços a terceiros. Provedores de serviços em nuvem, como o Google e a Amazon, terão sucesso porque têm acesso a dados consideráveis. Essas empresas irão desenvolver ferramentas de IA prontas-a-usar que empresas como nós podem integrar nos nossos produtos.

E: O que está a acontecer de mais interessante no setor da IA na educação?

Topi Litmanen: O desenvolvimento dos algoritmos de recomendação que discutimos atrás! Isso é algo que também procuramos na nossa empresa. Esses algoritmos oferecem ao aprendente online o conteúdo de aprendizagem correto no momento certo. Estamos a observar o surgimento de módulos de aprendizagem online de 5 a 15 minutos – aprendizagem curta. Um sistema de recomendação bem preciso pode, por exemplo, sugerir uma breve pausa de aprendizagem à medida num momento ideal.

  Glossário

 Inteligência artificial

 A inteligência artificial, ou IA, refere-se geralmente a máquinas e computadores capazes de imitar as funções cognitivas humanas de     aprendizagem e de resolução de problemas com base nessas aprendizagens. As aplicações da IA são numerosas, variando desde motores de busca na internet e algoritmos de publicidade online até a carros sem condutores, drones militares – e educação.

Máquina de aprendizagem

A máquina de aprendizagem pode ser vista como uma subdivisão da inteligência artificial, sobrepondo-se também à estatística. A máquina de aprendizagem lida com programas computacionais de ‘ensino’ para aprender e tirar conclusões de um determinado conjunto de dados sem ter sido programada para essa tarefa específica. As aplicações incluem robótica, arquivamento, análises de mercado de ações e jogos de computador.

Artigo de Markus Palmén

Em: https://ec.europa.eu/epale/node/99449

 

Visite a EPALE regularmente, para descobrir novos conteúdos!

   https://ec.europa.eu/epale/pt/ (em português)

 

 

 

Tópicos: Tags: